Acesse o conteúdo


Hass hilft


“Hass hilft”, ou “Ódio ajuda”, é uma campanha lançada pelo Exit, um grupo alemão dedicado a ajudar ex-neonazistas da cena de extrema direita a se reintegrar na sociedade. A ideia por trás de “Hass hilft” é que, cada vez que se vê o discurso do ódio no Facebook, podem-se fazer comentários com um banner da campanha com os dizeres: “Ódio ajuda”. Para cada postagem de ódio, um euro é doado a organizações que ajudam refugiados ou que apoiam pessoas a deixar grupos neonazistas. O projeto já arrecadou mais de 100.000 euros.

Votos
 4496

Save Sunderbans


Campanha lançada em Bangladesh para proteger o Sundarbans, a maior floresta de mangue do mundo. O governo está planejando construir duas termelétricas a carvão ao lado da floresta. Os ativistas temem que isso acabe por destruir o Sundarbans devido à poluição do ar e da água, mudanças na qualidade da água e aumento do tráfego fluvial. Embora a campanha tenha ganhado apoio substancial dos cidadãos do país, o governo parece empenhado em implementar o seu plano.

Votos
 4394

ABLOGUI


Ablogui, uma associação de blogueiros guineenses, ficou conhecida entre a comunidade de ativistas online do oeste africano, quando iniciou o projeto “Guiné vota” no final de 2015. Durante a campanha eleitoral para presidente, Ablogui enviou e-observadores para todos os cantos do país e publicou os seus relatórios online. O projeto, no entanto, foi apenas o mais recente sucesso do grupo fundado em 2011 e que defende a existência da sociedade civil guineense na web. Suas campanhas abordam questões sociais e workshops para aspirantes a ativistas online.

Votos
 2537

Erktolia


Conforme descreve com suas próprias palavras: “Erktolia é uma plataforma pró-ativa, que expõe e toma medidas contra o sexismo na Turquia.” O nome Erktolia refere-se a todas as áreas sob a influência do patriarcado. O site expõe declarações sexistas, anúncios e ações, como também lança campanhas para combater o sexismo.

Votos
 930

Rumah Pemilu


Rumah Pemilu é um portal eleitoral indonésio. Ele fornece notícias, opiniões, análises, infográficos e outras informações relacionadas às eleições. Em 2015, a Indonésia implementou eleições diretas simultâneas para todas as 514 regências/cidades e 34 províncias. Este portal funciona como o centro mais abrangente de recursos e fornece materiais de educação pública sobre democracia e eleições.

Votos
 566

Stop Acid Attacks


“Stop Acid Attacks” (SAA), ou “Parem os Ataques com Ácido”, é uma campanha contra a violência com ácido na Índia. Ela serve como uma ponte entre sobreviventes e a sociedade, já que a maioria das vítimas deste crime brutal se isola depois de ser atacada. Devido à ignorância do governo e da sociedade civil, a maioria dos sobreviventes não encontra nenhuma esperança e vive muitas vezes na solidão. SAA tem por objetivo pesquisar e rastrear casos de ataque com ácido e compilar dados para constatar a situação real dos sobreviventes. Um dos resultados desta campanha é um café chamado “Sheroes’ Hangout” em Agra, cidade famosa pelo Taj Mahal. O café é administrado por vítimas de ataque com ácido e lhes proporciona independência financeira e social.

Votos
 490

Bez Broni


O projeto Bez Broni, ou “Sem Armamento,” está empenhado em ajudar soldados ucranianos a se ajustar à vida civil. Os ativistas gerenciam um banco de dados com informações sobre iniciativas legais, psicológicas e médicas oferecidas aos veteranos. Um mapa interativo ajuda interessados a encontrar serviços de ajuda em sua região. Os ativistas por atrás do site também trabalham em campanhas de mídia destinadas a apagar o clichê de que apenas o “fraco” aceita ajuda psicológica após a guerra. O projeto, realizado pela ONG “Studena”, utiliza relatórios de soldados reais.

Votos
 479

Mamanpaz


Mamanpaz é um portal online de delivery de comida sediado em Teerã. Ele oferece pratos para clientes que preferem a comida caseira à do refeitório ou fast food. A fundadora do Mamanpaz, Tabasom Latifi, disse que seu projeto tem ajudado uma série de mulheres a se tornar ativas na sociedade iraniana. Participam do projeto desde donas de casa bem situadas a mães solteiras que cuidam de suas famílias. Mamanpaz lucra com o crescente uso da internet no país e também com o desejo de se comer alimentos saudáveis. É um exemplo de sucesso numa crescente comunidade de startups no Irã.

Votos
 432

Komanda 29


“Team 29” é um grupo formado por advogados e juristas voluntários que defende o direito à informação, garantido pelo Artigo 29 da Constituição russa. O grupo pretende continuar o trabalho da Fundação Liberdade de Informação, que teve de congelar suas atividades depois de ser identificado como um “agente estrangeiro” pelo governo. “Team 29” tem prestado assistência em vários processos judiciais importantes, incluindo o caso de Svetlana Davidova, que foi acusada de traição por ajudar a Ucrânia e no caso de uma ativista russa que divulgou o trabalho de uma agência russa paga para postar comentários e artigos falsos na internet.

Votos
 242

Ana Aqra


A campanha “Eu sou iraquiano, eu leio” é uma história de sucesso reconfortante. A página foi iniciada para organizar leituras públicas de grupo em parques, praças e nas principais ruas de Bagdá. A ideia viajou para outras cidades iraquianas e lançou uma tendência cultural para os iraquianos desfrutar espaços públicos através da leitura. Alguns editores doaram milhares de livros, o que impulsionou ainda mais os eventos.

Votos
 135

Blank Noise


“Blank Noise” começou como um projeto ativista de arte, em Bangalore na Índia em 2003, para abordar um problema profundamente enraizado, e muitas vezes banalizado, de assédio sexual e violência contra as mulheres em espaços públicos no país. Fundado por Jasmeen Patheja, o projeto baseia suas ações em dados e depoimentos de indivíduos reais, mesclando ações online e offline para sensibilizar a opinião pública, capacitar mulheres a reclamar o seu direito de circular com segurança em público e promover mudanças de atitudes e políticas. Mais de 20 por cento dos voluntários do projeto são do sexo masculino, e Blank Noise se expandiu para várias cidades.

Votos
 64

Agora é que são elas


Esta campanha visa aumentar a participação feminina nos debates políticos no Brasil, especialmente na mídia. Durante uma semana, colunistas cederam às mulheres o seu espaço em jornais e sites. Elas o usaram para impulsionar as discussões sobre o feminismo, a violência doméstica e a discriminação. A iniciativa ganhou uma coluna permanente num jornal brasileiro de grande circulação.

Votos
 55

Pu Zhiqiang


Pu Zhiqiang é um dos mais famosos advogados de direitos humanos da China e um dos intelectuais públicos mais veementes do país. Pu também é um blogueiro e ciberativista proeminente dedicado a promover a mudança social. Ele, no entanto, tornou-se alvo de repressão pelo governo chinês. Em 22 de dezembro de 2015, as autoridades chinesas consideraram Pu culpado de incitar o ódio étnico e brigas, condenando-o a três anos de pena suspensa. Durante a última década, Pu tem defendido o direito à liberdade de expressão numa série de casos bem conhecidos, incluindo o do artista Ai Weiwei.

Votos
 33

14ymedio


“14 ymedio”, ou “14 e meio”, começou como uma aventura pessoal e agora é um projeto coletivo. O blog de Yoani Sanchez “Geração Y” impulsionou a blogosfera alternativa em Cuba, e é uma referência para muitos temas na ilha. Agora o blog tem como objetivo expandir o seu alcance com o novo projeto “14ymedio”, que lida com o monopólio de mais de 50 anos do governo cubano sobre a informação.

Votos
 22